Salário mínimo Suíça

Salário Mínimo da Suíça: saiba como funciona

Embora o território suíço seja relativamente pequeno, assim como sua população, o país é a 35ª maior economia do mundo. Isso obviamente tem reflexos no salário mínimo da Suíça de diversas formas. Na verdade, apesar do pagamento prático de um valor mínimo, o país não possui uma regulamentação oficial para o valor. Mesmo assim, trata-se de um dos mercados de trabalho com maiores salários do mundo.

Parece curioso, certo? Entenda como é feito o cálculo do salário mínimo da Suíça, o que ele representa economicamente e seus aspectos positivos e negativos:

Qual é o salário mínimo na Suíça?

Não há, legalmente falando, um salário mínimo da Suíça. Isso não quer dizer, é claro, que não haja bons pagamentos: pelo contrários. Os valores de mercado são determinados pelas negociações setoriais realizadas. Estes valores representam, em média, algo entre 2.300 a 4.500 dólares por mês para trabalhadores menos especializados.

Para os trabalhadores altamente qualificados, o salário mínimo da Suíça pode ser compreendido ao equivalente entre 3.000 e 5.500 dólares.

Qual a situação econômica da Suíça?

Embora não seja a economia mais volumosa do mundo, muitos analistas consideram a Suíça a economia mais estável e desenvolvida, no sentido de controle e capacidade de criação. Sua inflação tende a estar próxima a zero, com possíveis variações positivas ou negativas, em níveis muito pequenos.

Além disso, a economia diversificada, que envolve desde a agricultura e o turismo, até o setor bancário e a produção industrial de itens de alto valor agregado garante uma enorme estabilidade macro-econômica.

Obviamente, há disparidades regionais e – apesar dos altos salários – cidadãos que vivem em condições de baixa remuneração – especialmente em contextos rurais. Facilita-se, no entanto, estas circunstâncias através de um forte estado de bem-estar social promovido no país europeu.

Qual o nível de emprego suíço?

Com uma força de trabalho de 5.5 milhões de pessoas, a Suíça mantém uma taxa de desemprego abaixo dos 5%, o que representa um nível baixíssimo da situação.

Quase três quartos desta força de trabalho é diretamente destinada para o setor de serviços, o que inclui desde os setores turísticos e trabalhos manuais, até o enorme mercado bancário existente no país.

O salário anual médio de um cidadão suíço é superior a 72 mil dólares em termos brutos. Considerando a estimativa líquida do salário, este valor baixa para cerca de 60 mil dólares por ano, em média.

Pontos positivos e negativos

Ao pensarmos no alto salário mínimo da Suíça e em sua forte economia, geralmente pensamos em aspectos primordialmente positivos. É bem verdade que as condições de trabalho por lá são significativamente altas, mas também há vários aspectos negativos a serem levados em conta.

Entre os pontos positivos, destacam-se:

  • O salário mínimo da Suíça é um dos maiores do mundo;
  • Condições de trabalho tendem a ser bastante favoráveis;
  • Baixa taxa de desemprego favorece a obtenção de uma vaga, para quem procura oportunidades;

No lado negativo, no entanto, pode-se apontar:

  • Apesar do alto salário mínimo, a taxa de desigualdade é alta, o que tende a encarecer o custo de vida para quem ganha menos;
  • De forma geral, o custo de vida é bastante alto, em função da alta remuneração – o que dificulta a manutenção de quem não recebe de acordo com os parâmetros do mercado;
  • Encargos tributários altos sobre a renda do cidadão;
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *